segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

O Erro




Vocês já erraram? Aposto que sim, mas afinal quem não erra? Mas será que erro é assim uma coisa tão grave? Se observarmos bem, não é bem assim não, pois afinal de contas por mais traumatizados que fiquemos com o erro que cometemos nós aprendemos bastante com eles ( mas como sempre salve algumas excessões, ¬¬ ). Agora vocês podem pensar : " Essa louca aí cometeu um erro foi? " E eu respondo : " Querem saber da verdade? Nem eu sei responder isso, porque se foi um erro eu aprendi muito com ele e se não foi...sinto muito, mas acho que considero quase isso. ( ¬¬ ) ". Mas como tudo na vida, ou quase, tem jeito eu sei que poderei tirar um grande ensinamento de tudo isso e não está muito longe d'eu aprender tudo que necessito dessa nova experiência.

A maioria das pessoas se culpam, ficam tristes, arrasadas, horrorizadas depois que percebem a dimensão do que fizeram e é aí que vem o arrependimento; para alguns isso é coisa momentânea, especialmente se tiver com quem desabafar e escutar as suas mágoas, se tiver um ambiente propício e cheio de alegria para que haja recuperação. Porém, ainda há aquelas pessoas que não conseguem extravasar tudo o que sentem porque assim não se sentem bem e devido a esse arrependimento sem fim e sem pôr tudo pra fora, a pessoa passa um bom tempo se sentindo um nada como se não houvesse importância pro mundo, mesmo ela recebendo toda a atenção necessária; ela pode até parecer bem, pelo menos fisicamente, mas interiormente há apenas um abismo onde não se enxerga o fim.

Os sentimentos e pensamentos humanos são, como sempre, difíceis e inexplicáveis. Algumas vezes agimos de forma teoricamente pensada, mas se a atitude parecer um pouco precipitada, é...realmente você não pensou bem no que ia fazer e certamente irá se arrepender depois de consumar o fato, sinto muito mas posso te chamar de burro e ignorante, mas como ser humano é até mais irracional que até o próprio animal que para os mais estudiosos agem apenas por instinto nós, humanos, os superamos em vários momentos de nossa vida agindo mais dessa forma do que podemos imaginar.

Há certos momentos em que pensamos mais nos outros do que em nós mesmos e é assim que acontecem a maior parte dos erros, pensar no próximo sempre é bom, porém tem que haver um equilíbrio entre tudo porque se não houver...sinto muito tudo vai dar errado ou quase, até porque sempre há excessões, mas fique certo na maioria das vezes dá errado sim.

Olhamos o horizonte à procura de uma resposta, de uma certeza, na esperança de nos encontrarmos, mas sabem de uma coisa? Isso é besteira, só serve mesmo para pensarmos no que fizemos e refletirmos para conseguirmos retirar um possível aprendizado de tudo isso.

Mas de uma forma ou de outra devemos nos conformar com tudo, afinal não podemos mudar o que já passou e talvez nem modificássemos nada só pelo fato de realmente querermos ter essa experiência unicamente para saber se é boa ou não. É...a mente humana é uma das inconstâncias mais complicadas que pode existir e eu não saberia definí-la ( mas tentarei alguma vez ).

P.S.: Lembrem-se, sempre que Deus fecha uma porta Ele abre uma janela que pode ser até mais fácil de se passar do que aquela porta que nesse instante pode parecer minúscula em relação a janela.

P.S.²: Tudo o que fazemos de "errado" tem um grande ensinamento a passar, então, ao invés de ficarmos tristes e nos sentindo culpados pelo que fizemos levantem a cabeça, abram um grande sorriso e sigam em frente, pois aquilo que você viveu foi necessário para a história do seu eterno aprendizado.

P.S.³: Apesar de todos os extras sempre considerem o sentimento do outro envolvido, mas NUNCA esqueçam do seu, pois é necessário haver uma sintonia entre os dois sentimentos e também um entendimento entre seu coração e sua mente, pois sem eles vocês definitivamente cometem ERROS.

Um comentário:

Jordana disse...

Eglinha, que erro foi esse?
Ahhhhhh meu Deus.